quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

QUE A LUZ ESTEJA COM VOCÊ!

"Eterno é tudo aquilo que se vive numa fração de segundos, mas com tanta intensidade que se petrifica e nenhuma força o resgata."      
                                                     Carlos Drummond de Andrade


Já se passaram dez longos dias depois das marcantes cores da virada do ano.
Por diversas ocasiões já vivenciei este momento de pura magia regada totalmente numa esperança que cada um cria à sua maneira.
Termina o ano, explodem os fogos e a negritude do céu repentinamente recebe todas as cores que são senhoras dos dias iluminados.
Sim; porque a noite caminha de mãos dadas com o mistério e com ele, preserva nas mais estranhas entranhas os tantos segredos que atraem pessoas como o colorido das flores atrai as abelhas.
Mas aqui, neste momento mágico,é possível esquecer por alguns minutos de tudo o que nos cerca, dos problemas que nós criamos, dos problemas que os outros criam para atrapalhar nossa jornada e é também o marco zero de um imenso portal por onde todos atravessam com a possibilidade de construir um mundo melhor.
Lágrimas escorrem em rostos de todos os tipos para deixar expor a emoção do momento juntamente com todas as emoções vividas ao longo do ano passado. Amores perdidos, amores conquistados,trabalho novo, trabalho antigo, amigos que chegam e outros que partem e uma gama de minuciosas ações que acontecem em todos os nossos meios sociais.
Esquecemos de repente até de quem realmente somos ou fomos. E nem traçamos um plano para tentar ser um pouco do que já pensamos.
Promessas partem da mente, do coração e saem boca à fora. Mas a maioria jamais será cumprida. Porque necessariamente somos e vivemos o momento. Queremos o novo, o diferente, mas apenas por um momento.Porque invariavelmente, seguimos, a exemplo de gerações anteriores, sempre achando que a grama do vizinho é mais verde, mais vistosa. Ou achando que o vizinho é mais feliz, que não tem problemas. E a inveja é tão trapaceira quanto os mais honestos jogadores de cartas.
Essas questões todas levam e continuarão a levar muita gente a seguir nessa avassaladora corrida em busca do TER, de adquirir sempre mais e sem muito sentido. Porque os apelos ao redor são muito fortes e nos levam a acreditar que ser feliz é encher a casa com bugigangas de todos os tipos. Um antigo provérbio árabe nos diz "que quem compra o que não precisa, vende o que precisa", e é preciso estar atento às reais necessidades que nos cercam. 
Talvez o ano tenha começado e você já esteja pensando naquele carro de luxo, que vai lhe consumir pesadas prestações, juros extorsivos enfim... Mas será que o seu velho automóvel não pode mais ser útil como meio de transporte sem que seja necessário você ostentar um poder que não tem?
E isto vale para uma série de outros componentes que nos cercam. É preciso olhar a beleza dos fogos na virada do ano e sorrir de felicidade só pelos fato de se estar vivo, com saúde, por ter uma moradia, um carro velho mesmo, roupas, calçados e alimentação adequada. Ah! Ter trabalho também é por demais importante!
Porque tem milhares e milhares de pessoas que não possuem nada disso e também observam de longe o colorido dos fogos. E também esquecem de quem são e de como vivem nesta tragédia humana de diferenças sociais humilhantes.
O Ano Velho virou história e o Novo está ai, correndo a cada segundo da sua vida e esperando quem sabe algo de novo por parte de cada um de nós. Mas o que se observa?
A violência continua, os acidentes se multiplicam, as tragédias climáticas estão deixando milhares de desabrigados,e o mercado, onde todos fazemos parte, move-se sorrateiro, com todo tipo de falcatrua visando tirar do outro sem lhe oferecer o que realmente vale ou é preciso.
Ano Novo dizem; Vida Nova! Este jargão já está muito ultrapassado!
Acredito no Novo! No novo jeito de agir perante o semelhante, no Novo jeito de atender com honestidade, no Novo jeito de amar de verdade, no Novo jeito de colaborar nas campanhas sérias, de contribuir para uma qualidade de vida melhor para os semelhantes, de contribuir para com uma edução melhor e mais acessível, de respeitar os mais velhos, os mais novos, os amarelos, os negros, os cafuzos e de respeitar o credo de quem quer seja, afinal de contas, não importa o ritual, desde que não venha a ferir nenhum ser vivo, todos os caminhos levam sim ao Criador.
Ano Novo,com lindas cores o tempo todo. Este é o meu desejo a cada um de vocês que tem, com toda certeza, a proposta de alcançar objetivos e ajudar a melhorar um pouco mais o mundo. Comece em casa, leve para a rua, para o bairro, para a cidade, para o Estado, para o País e depois para o mundo.
Que a Luz esteja com você hoje e sempre!!!

2 comentários:

Clarice Villac disse...

Excelente reflexão, Amigo Pedro !
Que suas sensatas palavras nos inspirem sempre !
Felicidades !

Sissym disse...

Querido Amigo,

É o que eu sinto já tem alguns anos.
Nem mais me emociono, tao pouco espero ver tremeluzirem luzes dos fogos que anunciam o novo ano. Só desejo que os proximos dias transcorram na paz para todos. Os problemas de ontem, 2011, estarão em 2012, dependem de tantos fatores para que sejam solucionados. E não espero mais que novos anos me façam acreditar no que os velhos fizeram desacreditar. Que aconteça o melhor, porque eu procuro ser o melhor de mim, mas nada impede que as provações continuem nas vidas, porque aprender faz parte.

Beijos