sábado, 13 de agosto de 2011

DIA DOS PAIS

Aprendi a ser pai aprendendo muito antes a ser filho!
A experiência quando teve início me deixou a bordo de um barquinho à deriva no oceano da vida. Tive que remar com as mãos, reaprender a me guiar pelo Sol e pelas estrelas. Tive que encarar fortes tempestades, mas também pude me deliciar na alegria de sorrisos pequeninos me esperando na volta de cada jornada. O pacote com os pães, o litro de leite, o pacotinho com as balas e pirulitos. E a vida assim seguiu com os pequeninos crescendo sob minha orientação.
Na medida do avançar dos anos, cada pedaço meu buscando o seu rumo, mas sempre ligados, da maneira que sabem, à minha figura. Foi por tudo isto que sempre preservei meu caráter, minha boa índole, meus melhores exemplos. Cometi erros, tive falhas eu bem sei... Mas eu tinha que aprender com meus erros e falhas para acertar cada destino dos meus.
Sigo em meu exercício, em minha missão de bom condutor e o faço na certeza de que, apesar de todas as lutas, das dificuldades inerentes à jornada, pude oferecer o melhor que tinha, o melhor que meu coração semeava no meu jardim de vida para colher entre o colorido das flores, os frutos mais suculentos, as essências mais significativas e a força para seguir adiante.
Não vou celebrar apenas a data que é mais comercial, até porque, desde a primeira experiência, passei a ser Pai todos os dias de cada ano, todas as horas de cada dia, todos os minutos de cada hora. Creio que perante o PAI maior, nada tenho a dever senão, agradecer pelos braços deste estendidos para me acolher naqueles instantes em que o desespero rondava e que eu tinha que encontrar a saída para que os pequeninos tivessem seu pão, suas roupas, seus calçados, seus brinquedos, seus livros e lápis e acima de tudo, que eu estivesse saudável o suficiente para abraçar cada um e participar dos seus folguedos ainda que o cansaço da jornada insistisse o contrário.
Para cada um de vocês, Alexandre, Allan, Andréas, Isabella e Paula, o meu abraço, o meu beijo, o meu sorriso e o desejo que vocês sejam pais e mães como eu procurei ser.
Para Ana Carolina e Ana Júlia, um naco do meu coração de Pai, desejando a vocês também, que sejam um dia mães de verdade.
A todos vocês, as bênçãos de Deus com muita Luz e que o futuro lhes reserve muitas e muitas alegrias.

2 comentários:

Sissym disse...

Pedro, acontece que eu sou muito exigente, no que leio, no que escrevo, no que vejo, no que ouçou. Sou um ser completamente sensorial.

FELIZ DIA DOS PAIS!

"É preciso escolher um caminho que não tenha fim, mas, ainda assim, caminhar sempre na expectativa de encontrá-lo."
(Geraldo Magela Amaral)


BEIJOS

paula disse...

Pai adorei oque vc escreveu te amo mto mais que tudo pra mim vc , é um exemplo de pessoa que eu vou levar para minha vida toda , Domingo eu adorei passar esse dia tao maravilhoso com esse pai nota 100.000.000.000.000 eu te amo mto e quero que saiba que nunca vou te esquecer NUNCA,NUNCA E NUNCA pois por vc sinto um amor bem grande !

te amo muito PaPai!